Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1614
Título: Viver com um filho especial: Estudo descritivo acerca das vivências de mães de jovens adultos com paralisia cerebral
Autor: Nunes, Ana Carolina
Morgado, José
Palavras-chave: Vivências
Dificuldades
Apoios
Mães
Paralisia cerebral
Data: 2012
Editora: ISPA - Instituto Universitário
Citação: In L. Mata, F. Peixoto, J. Morgado, J. C. Silva & V. Monteiro (Eds.), Actas do 12.º Colóquio Internacional de Psicologia e Educação: Educação, aprendizagem e desenvolvimento: Olhares contemporâneos através da investigação e da prática (pp. 1745-1763). Lisboa: ISPA - Instituto Universitário
Resumo: Este estudo, de natureza qualitativa, teve como principal objetivo caracterizar as dificuldades e as vivências diárias de mães com filhos portadores de Paralisia Cerebral. Assim, verificámos como é que as vivências e as dificuldades das mães foram mudando ao longo dos ciclos de vida dos filhos (e.g. do nascimento à primeira infância, idade escolar, adolescência e adultez), e se ao longo dos ciclos de vida os apoios que as mães tiveram foram ao encontro das dificuldades sentidas, compreendendo quais as perceções das mães acerca dos apoios e/ou falta deles, ao longo dos ciclos de vida dos filhos. Participaram 8 mães de jovens adultos com Paralisia Cerebral, com filhos com idades compreendidas entre os 30 e os 40 anos. Foi utilizada a metodologia histórias de vida apoiada em entrevistas semi-estruturadas e longas. De acordo com os resultados, constatou-se que face ao diagnóstico de deficiência, quer as mães, quer os pais, experienciam reações emocionais e afetivas negativas. Verificámos também que os filhos com Paralisia Cerebral exigem mais disponibilidade de tempo por parte das mães, o que as leva a sentir uma elevada sobrecarga sento também referida uma participação passiva dos pais em relação ao dia-a-dia dos filhos. Quanto às necessidades sentidas pelas mães ao longo dos ciclos de vida dos filhos, verificam-se necessidades de informação perante o diagnóstico, de apoio pessoal e de respostas técnicas por parte dos estabelecimentos de ensino regular. Os resultados apontam ainda para fortes preocupações relativas ao futuro e à guarda dos jovens. As mães referiram também a existência de experiências positivas de participação social dos jovens e outras menos positivas de participação profissional dos mesmos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1614
ISBN: 978-989-8384-15-7
Aparece nas colecções:UIPCDE - Actas de reuniões cientificas
PEDU - Actas de reuniões cientificas

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CIPE 2012 1745-1763.pdf295,63 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.