Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1578
Título: Síndrome de Burnout em graduandos de Odontologia
Autor: Campos, Juliana Alvares Duarte Bonini
Jordani, Paula Cristina
Zucoloto, Miriane Lucindo
Bonafé, Fernanda Salloumé Sampaio
Maroco, João
Palavras-chave: Students
Professional fatigue
Odontology
Public health
Estudantes
Esgotamento profissional
Odontologia
Saúde Pública
Data: 2012
Editora: ABRASCO
Citação: Revista Brasileira de Epidemiologia, 15 (1), 155-165
Resumo: The burnout syndrome is characterized by professional exhaustion and has been reported in college students. The aim of this study was to estimate the prevalence of Burnout Syndrome among dentistry students from a public university, and its relationship to socio-demographic characteristics. All students (n = 300) were invited to participate. We used the Maslach Burnout Inventory - Student Version (MBI-SS). We carried out an analysis of the MBI-SS’ psychometric properties. Multivariate Analysis of Variance (MANOVA) was performed, followed by Analysis of Variance (ANOVA) and Tukey’s post-hoc tests to compare the mean scores of burnout dimensions. Of the 235 participants, 72.8% were women and the mean age was 21.0 ± 1.8 years. The MBI-SS was reliable and valid. Of the students, 17.0% had Burnout Syndrome. There was a significant relation between Burnout Syndrome and a student’s performance during the course (F = 4.433, p < 0.001), medication intake because of studies (F = 7.721, p < 0.001), and the thought of dropping the course (F = 16.168, p < 0.001). The students most affected were those with poor performance, those who took medication because of studies, and those with thoughts of dropping the course. We concluded that the prevalence of the syndrome among dentistry students was high, with a significant relation between the syndrome and a student’s academic performance, use of medication because of studies, and thoughts of dropping the course. ------ RESUMO ------ A Síndrome de Burnout caracteriza-se por esgotamento profissional e tem sido relatada em estudantes universitários. O objetivo desse estudo foi estimar a prevalência da Síndrome de Burnout em estudantes de Odontologia de uma universidade pública e sua relação com características sociodemográficas. Todos os estudantes (n = 300) foram convidados a participar. Utilizou-se o Inventário de Burnout de Maslach – versão estudantes (MBI-SS). Realizou-se análise das propriedades psicométricas do MBI-SS. Para comparação entre os escores médios das dimensões do Burnout realizou-se Análise de Variância Multivariada (MANOVA) seguida de Análise de Variância (ANOVA) e testes post-hoc de Tukey. Dos 235 participantes, 72,8% eram mulheres e a média de idade era de 21,0 ± 1,8 anos. O MBI-SS mostrou-se confiável e válido. Dos estudantes, 17,0% apresentaram a Síndrome de Burnout. Verificou-se relação significativa entre a Síndrome de Burnout e o desempenho do estudante no curso (F = 4,433, p < 0,001), o consumo de medicação devido aos estudos (F = 7,721, p < 0,001) e o pensamento de desistir do curso (F = 16,168, p < 0,001). Foram mais acometidos aqueles com desempenho ruim no curso, que consomem medicações devido aos estudos e que já pensaram em desistir do curso. Conclui-se que a prevalência da Síndrome entre os estudantes de Odontologia foi alta, sendo significativa a relação entre a Síndrome e o desempenho do estudante no curso, o consumo de medicação devido aos estudos e o pensamento de desistir do curso.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1578
ISSN: 1415-790X
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RBE 15(1) 155-65.pdf354,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.