Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1177
Título: Supressão da dependência emocional e consumo de substâncias alimentares: Um estudo experimental, a partir da teoria dos grupos de pressuposto básico de W. R. Bion
Autor: Chagas, Tiago
Ribeiro, João Paulo
Torres, Nuno
Data: 2007
Editora: Instituto Superior Miguel Torga
Citação: Interacções, 13, 151-183
Resumo: Neste artigo, investiga-se a relação entre a supressão do Pressuposto Básico de Dependência (Bion 1961), na vida de um grupo e no indivíduo, e o consumo de substâncias alimentares. Para este objectivo, foram concebidas três situações experimentais em que se pretendia activar o ambiente emocional de cada um dos Pressupostos Básicos, a partir de um guião previamente elaborado. Por meio do questionário WGFS, obtiveram-se ainda as valências para o Pressuposto Básico dos participantes na experiência. Como variável dependente, considerou-se o consumo de bolachas, chocolates, ice-tea e cocacola, disponibilizadas em cada um dos grupos. As hipóteses testadas foram: 1) Esperase um aumento significativo do consumo de bolachas, chocolates, ice-tea e coca-cola nos grupos PB L-F e PB A, em relação ao grupo PB D. 2) Espera-se encontrar uma correlação positiva significativa entre as valências individuais para o PB L-F e PB A e o consumo das referidas substâncias. Para a constituição da amostra, os sujeitos seleccionados por amostragem de conveniência foram distribuídos aleatoriamente pelos três grupos, tendo-se procedido depois à sua ordenação e selecção em cada grupo, a partir das variáveis falta de apetite, grau de conhecimento dos sujeitos e interesse em participar. Nos grupos PB D e PB L-F participaram 9 sujeitos, enquanto que o grupo PB A foi constituído por 10 participantes. Os resultados obtidos mostram que, nos grupos PB A e PB L-F, o consumo de bolachas é significativamente superior ao registado no grupo PB D. Em relação ao consumo de chocolates, verifica-se um aumento significativo para o grupo PB A, quando comparado com o PB D. Finalmente, nos grupos PB L-F e PB A o consumo de bolachas está positivamente associado à valência para o respectivo pressuposto básico. ------ ABSTRACT ------ This article investigates the relation between the suppression of emotional dependence and the ingestion of alimentary substances in a group experiment. Three experimental situations were created, aiming at the activation of the emotional climate characteristic of each of the three basic assumptions proposed by Bion. The individual differences in valences for each basic assumption were measured using the WGFS questionnaire. The dependent variables were the ingestion of cookies, chocolates, ice-tea and coca-cola, and the following hypothesis were tested: 1) A significant increase in the relative ingestion of alimentary substances in the Fightflight and Pairing groups as opposed to the Dependence group is expected. 2) A positive correlation between the individual valences for Fight-flight and Pairing and the ingestion of alimentary substances is expected. The participants were randomly assigned to one of the three groups. A total of 28 participants performed the experiment (nine participants in the Fight-flight and Dependence groups, and ten participants in the Pairing group). Results show that the ingestion of cookies was significantly greater in the Fight-flight and Pairing groups relatively to the Dependence group. The ingestion of chocolates was also significantly greater in the Pairing group. Finally, both in the Fight-flight and Pairing groups, the ingestion of cookies was significantly correlated with the valences for fightflight and pairing.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1177
ISSN: 0873-0725
Aparece nas colecções:UIPCDE - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Interac+º+Áes 13 151.pdf599,42 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.