Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1132
Título: A malformação do bebé. Vivências psicológicas do casal
Autor: Antunes, Mónica Sofia do Couto
Patrocínio, Carla
Palavras-chave: Adaptação
Gravidez
Luto
Malformação e intervenção
Maternidade
Adaptation
Malformation and intervention
Motherhood
Mourning
Pregnancy
Data: 2007
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 8 (2), 239-252
Resumo: A relação estabelecida entre a díade mãe-bebé, vai sendo progressivamente construída, desde o período pré-natal. O período da gravidez está repleto de inúmeras expectativas e idealizações do casal, acerca do bebé que vai nascer. Assim, um diagnóstico de malformação fetal provoca, inevitavelmente, uma grande desilusão e descrença para os pais que o vivênciam, os quais se vêem obrigados a fazer o luto do bebé imaginário. Este trabalho visa aprofundar a temática da malformação fetal, tendo em conta as vivências psicológicas e emocionais do casal, no que respeita não só ao impacto de um diagnóstico desfavorável, como também perante todo o processo adaptativo que é necessário percorrer. Com este trabalho, pretende-se também, desenvolver e obter uma compreensão mais profunda sobre o papel dos profissionais de saúde neste complexo contexto, confron - tando as várias teorias com a prática clínica. De facto, cada vez mais, é possível detectar malformações in-útero, tornando possível ao casal aceder a essas informações, sendo imprescindível o apoio de técnicos de saúde informados, especializados e preparados para lidar com estas situações. ------ ABSTRACT ------ The relationship between mother and infant is progressively set since pre-birth. Both parents replenish the pregnancy with countless expectations and ideals about the new baby. So, a diagnosis of fetal malformation obviously raises a great parental disappointment and disbelief, forcing them to mourn an imagined baby. This communication seeks to deepen the subject of fetal malformation having in view the psychological and emotional responses of the parents concerning not only the impact of an unfavourable diagnosis but also the whole process of adaptation they have to face. This communication also intends to develop and obtain a deeper understanding of the health workers role this complex area, confronting the several theories with the clinical practice. As a matter of fact it is ever more possible to detect in-uterus malformations enabling the parents the information thereof, thus rendering absolutely necessary the of well informed and expert health technicians ready to deal with these situations.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1132
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2007 8(2) 239-252.pdf53,26 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.