Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1102
Título: A importância da massagem no bebé para as atitudes face à maternidade
Autor: Bárcia, Sónia Cristina da Silva Vicente Cascão
Veríssimo, Manuela
Palavras-chave: Atitudes face à maternidade
Competências maternas
Massagem do bebé
Attitudes
Infant massage
Maternal competence
Data: 2010
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 11 (2), 271-281
Resumo: A transição para a maternidade é uma fase de grande mudança, contudo vários factores podem contribuir para que a mulher a viva de uma forma mais tranquila. Amassagem do bebé poderá ser um destes factores. O objectivo deste estudo foi avaliar a importância da massagem do bebé nas atitudes das mães face à maternidade. Para tal utilizou-se o CAQ-P aplicado em 3 momentos, no final da gravidez e até aos 4 meses. A amostra foi constituída por 194 díades mãe/ bebé, divididas em dois grupos (Grupo 1- massagem e Grupo 2- controlo). No 1º momento, não se encontraram diferenças significativas entre grupos. Contudo, no 2º e 3º momentos, as mães do grupo de massagem apresentaram atitudes mais positivas face à maternidade. Os resultados obtidos indicam que as mães que participaram em sessões de massagem para bebés apresentam atitudes mais positivas face à maternidade e partilham e envolvem mais os pais nos cuidados do bebé. ------ ABSTRACT ------ The transition to motherhood is a time of great change in a women’s life. However several factors may contribute so that it can be lived in a more peaceful way. Infant massage can be one of these factors. The purpose of this study is to assess the importance of infant massage in the attitudes towards motherhood through the CAQ-P, over 3 time points (end of pregnancy up to 4 months). The sample consists of 194 mothers, divided by two groups (group 1-massage; Group 2- control).At the 1st moment no significant differences were found between groups, but on the 2nd and 3th moments, the massage group showed more positive attitudes towards motherhood. This study suggests that the mothers who learn to perform infant massage have more positive attitudes towards motherhood. They also involve and share with the fathers the baby’s needs.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1102
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2010 11(2) 271-281.pdf358,97 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.