Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1086
Título: Educação sexual em Portugal e em vários países da América Latina
Autor: Matos, Margarida Gaspar de
Reis, Marta
Ramiro, Lúcia
Borile, Mónica
Berner, Enrique
Vázquez, Sandra
Gonzalez, Electra
Messias, José
Eisenstein, Evelyn
Pons, José Enrique
Tuzzo, Rosario
Livia, Jose
Salazar, Giuliana
Vilar, Duarte
Equipa Aventura Social
Palavras-chave: Comportamentos sexuais
Educação sexual
Jovens
Políticas de saúde e de educação
Health and education policies
Sexual behaviour
Sexual education
Young people
Data: 2009
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 10 (1), 149-158
Resumo: O aumento das IST’s, da gravidez indesejada e de outros riscos ligados à actividade sexual, faz com que os jovens sejam considerados um grupo de intervenção prioritário em termos de saúde sexual e reprodutiva. A educação sexual tem como objectivo fundamental formar, desenvolver atitudes e competências nos jovens, permitindo que estes se sintam informados e seguros nas suas escolhas (GTES, 2005; 2007; 2007a). Estes dados apontam para uma educação sexual que incida em intervenções do tipo preventivo, de carácter universal, abrangendo toda a população escolar e respectivos contextos de vida: escola, família e grupo de pares; mas também em intervenções mais específicas e intensivas, nos subgrupos identificados como prioritários.Neste trabalho analisam-se as semelhanças e as diferenças entre o contexto de Portugal e o da América Latina, na sequência da licença sabática do primeiro autor. Mais detalhes deste percurso podem ser lidos em www.umaventurasocial.blogspot.com. Analisam-se, também, as suas consequências para as Políticas de Saúde e Educação para e com os adolescentes, nomeadamente na área da educação sexual. Palavras-chave: Comportamentos sexuais, educação sexual, jovens, políticas de saúde e de educação. ------ ABSTRACT ------ The increase in STI’s, unplanned pregnancy and other risks related to sexual activity is responsible for selecting young people as an important target group for intervention in terms of sexual and reproductive health. Sex education aims at developing and training attitudes and skills in young people so as to enable them to make wellinformed and healthy decisions (GTES, 2005; 2007; 2007a). This suggests that sexual education should focus on preventive interventions, both universal, including the subgroups related to school life such as school professionals, family and peers, and selective strategies delivered to the targeted subgroups.This work examines similarities and differences between Portugal and Latin America as a result of the first author’s sabbatical leave. It also gives insight on its consequences in terms of Health and Education Policies regarding adolescents mainly in the area of sexual and reproductive health. Further details of this period may be read in www.umaventurasocial.blogspot.com.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1086
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2009 10(1) 149-158.pdf119,91 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.