Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1078
Título: Pediatic oncology qualitiy of life scale - POQOLS: Adaptação de um instrumento para a população portuguesa
Autor: Silva, Marisa
Ribeiro, José Luís Pais
Palavras-chave: Qualidade de vida
Crianças
Sobrevivente cancro
Quality of life
Children
Cancer disease
Data: 2008
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 9 (1), 131-141
Resumo: Apresenta-se um estudo de adaptação da Pediatric Oncology Quality of Life Scale, uma escala com 21 itens, distribuídos por três dimensões, que é respondida pelos pais da criança com cancro. Participaram 125 progenitores, divididos por dois grupos: pais de crianças com cancro (N= 65) e pais de crianças sobreviventes ao cancro, que tinham terminado o tratamento há mais de cinco anos (N=60). A média de idade das crianças é de 8 anos para o grupo de doentes e de 12 anos para o grupo de sobreviventes. Adoptámos uma perspectiva conservadora de adaptação da escala, onde tentámos manter a estrutura da versão portuguesa idêntica à da versão original. Ficámos então com uma versão com 21 itens distribuídos por três dimensões. As propriedades métricas são satisfatórias, a análise factorial exploratória que seguiu os passos da versão original em Inglês mostra que alguns dos itens carregam outros factores. Genericamente pode-se dizer que a escala tem propriedades satisfatórias, que é adequada para avaliar a qualidade de vida de crianças com cancro, mas que necessita de continuar a ser investigada. ------ ABSTRACT ------ This study describes the development of the Pediatric Oncology Quality of Life Scale (POQOLS), a 21 item scale, a parent report measure for assessing the quality of life (QOL) of children with cancer. Participants are 125 children with cancer, 65 survivors cancer free for more than five years (mean age 12 years) and 60 with cancer (mean age 8 years), and their parents. The questionnaire includes three dimensions, physical function and role restriction, emotional distress, and reaction to current medical treatment, with a score for each dimension more a total score.We look for a conservative solution and maintain the original dimensional solution. Results show adequate internal consistency reliabilities of the total scale and the three factors were appropriate.We can say that the Portuguese version is an appropriate instrument to assess the QoL of children with cancer and that measures the same constructs in the same way that the original version.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1078
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2008 9(1) 131-141.pdf81,57 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.