Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1077
Título: Validation study of the portuguese version of the QLC-C30-V.3
Autor: Ribeiro, José Luís Pais
Pinto, Cândida
Santos, C.
Palavras-chave: EORTC QLQ-C30
Cancer disease
Quality of life
Doença oncológica
Qualidade de vida
Data: 2008
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Resumo: The purpose of this research was to study the metric properties of the Portuguese translation of the European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire Core-30 (EORTC QLQ-C30, version 3). A heterogeneous cancer patient sample of 933 subjects, 61.5% female, mean age 54.24 years, mean school age years of 6.9 years, with a diagnosis from one month to 31 years, was used. The questionnaire seems to be sensitive to cancer sites but not to the number of years with the disease. Mean values for the scales, and reliability are appropriate and show similar patterns to other versions from different cultures and languages. Correlations between scales show moderate correlations suggesting that they measure different and complementary constructs, which constitute important information for clinicians in the follow-up of this population.We can say that the Portuguese version of the QLQC30 has good metric properties, and measures the same constructs, the same way, as the versions from other languages and cultures, and it is appropriate to be applied to people with cancer disease. ------ ABSTRACT ------ O objective da presente investigação é estudar as propriedades métricas da versão Portuguesa do questionário de qualidade de vida da European Organization for Research and Treatment of Cancer Quality of Life Questionnaire Core-30 (EORTC QLQ-C30, version 3). Participu uma amostra heterogénea de 933 indivíduos com diagnóstico de cancro, 61,5% mulheres, idade média de 54,24 anos, escolaridade média de 6,9 anos, com diagnóstico de cancro entre um mês e 31 anos. O questionário parece ser sensível à localização do cancro mas não ao número de anos com a doença. Os valores médios das escalas e a fidelidade são apropriadas e mostram um padrão semelhante a outras versões de diferentes línguas e culturas. Correlações entre escalas mostram correlações moderadas o que sugere que elas medem construtos diferentes mas complementares, o que constitui informação importante para os clínicos que seguem estes doentes. Podemos dizer que a versão portuguesa do QLQ-C30 possui boas propriedades métricas, e que mede, os mesmos constructos, do mesmo modo, que as versões noutras línguas e culturas, e que é apropriada para ser aplicada com pessoas com cancro.
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1077
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2008 9(1) 89-102.pdf103,77 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.