Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1050
Título: Estudo de validação do questionário de avaliação da sobrecarga para cuidadores informais
Autor: Martins, Teresa
Ribeiro, José Luís Pais
Garrett, Carolina
Palavras-chave: Acidente vascular cerebral
Questionário de avaliação da sobrecarga para cuidadores informais
Sobrecarga do cuidador
Caregiver burden
Caregiver burden questionnaire
Stroke patients
Data: 2003
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 4 (1), 131-148
Resumo: O Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (QASC)I é um instrumento construído para avaliar a sobrecarga física, emocional e social do cuidador informal (CI) de doentes com sequelas de AVC. O presente estudo descreve a construção e a determinação das características psicométricas deste instrumento. Através de uma amostra de conveniência foram estudados 210 CI e respectivos familiares alvo dos cuidados. Na maioria, estes CI eram do sexo feminino (88,1%), filhas ou esposas. Os sujeitos alvo dos cuidados (52,2% do sexo masculino) apresentavam dependência funcional em pelo menos uma actividade básica da vida diária, ou duas actividades instrumentais. Através da Análise de Componentes Principais, foram discriminados 7 factores, que explicam 59% da variância total: implicações na vida pessoal do CI; satisfação com o papel e com o familiar; reacção a exigências; sobrecarga emocional; suporte familiar; sobrecarga financeira e mecanismos de eficácia e de controlo. O QASCI apresenta uma boa consistência interna em 6 dos seus componentes (valores superiores a 0,70). ------ ABSTRACT ------ The Questionário de Avaliação da Sobrecarga do Cuidador Informal (QASCI) is a scale to assess stroke caregiver’s physical, emotional and social strain. The present study describes the construction of the scale and the validation results. Through a convenience sample, 210 caregivers and their stroke relative’s were studied. Most of these caregivers were female (88,1%), daughters or wives. The stroke survivors (52,2% are males) had functional dependence an at least a daily life basic activity, or two instrumental activities. Through the Principal Components Analysis, 7 factors were discriminated, that explain 59% of the total variance: implications in the personal life of caregiver; satisfaction with the paper and with the relative; reactions to demands; emotional overload; support family; financial overload and mechanisms of effectiveness and control. QASCI presented good reliability in 6 of their components (Cronbach’s alpha>0,70).
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1050
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2003 4(1) 131-148.pdf58,72 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.