Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.12/1037
Título: A esperança nos pais de crianças com cancro. Uma análise fenomenológica interpretativa da relação com profissionais de saúde
Autor: Magão, Maria Teresa Gouvêa
Leal, Isabel Pereira
Palavras-chave: Cancro infantil
Cuidado de enfermagem
Esperança
Factores
Inibidores de esperança
Factores promotores de esperança
Psicooncologia
Relações
Childhood cancer
Health professionals parents relations
Hope
Hope inhibiting factors
Hope promoting factors
Nursing care
Psycho-oncology
Data: 2001
Editora: Sociedade Portuguesa de Psicologia da Saúde
Citação: Psicologia, Saúde & Doenças, 2 (1), 3-22
Resumo: Este estudo explorou com pais de crianças com cancro a sua percepção de interacções com profissionais de saúde (enfermeiros e/ou médicos) que influenciaram a sua esperança. O seu objectivo foi descrever a estrutura de uma relação de esperança. Aos seis pais que se voluntariaram para ser entrevistados, foi pedida a descrição de situações de interacção com influência percebida na sua esperança. Utilizando-se o método de análise fenomenológica interpretativa (Smith, Jarman, & Osborn, 1999) salientaram-se nos resultados duas categorias: “significações da esperança” e “importância das relações”. Estas categorias permitiram aceder a uma maior compreensão da vivência da esperança nestes pais e assim identificar factores promotores e inibidores de esperança na sua relação com os profissionais de saúde. A maioria desses factores foi identificada como pares de valência oposta. Face aos resultados destacam-se três eixos de discussão: esperança e relação com o cuidado; especificidade do cuidado de enfermagem e sua relação com a esperança; o ténue equilíbrio entre a revelação de informação e a manutenção da esperança. ------ ABSTRACT ------ This study explored with parents of children with cancer their perception of interactions with health professionals (nurses and/or physicians) that influenced their hope. Its aim was to describe a hopefull interaction structure. To six parents, who volunteered to be interviewed, was asked to describe interaction accounts with a perceived influence in their hope. An interpretative phenomenological analysis (Smith, Jarman, & Osborn, 1999) was conducted, emerging two main themes: hope meanings and the importance of relationships. These themes enhanced the understanding of the lived experience of this parents’ hope and contributed to the identification of hope enhancing and hope inhibiting factors within their interactions with health professionals. The majority of this factors was identified as pairs of opposing valences. Three axes of discussion are presented: hope and care connection; the uniqueness of nursing care in hope enhancement; the fragile balance between information disclosure and hope maintenance.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.12/1037
ISSN: 1645-0086
Aparece nas colecções:PSAU - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
PSD 2001 2(1) 3-22.pdf56,81 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.